quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Novidade na Biblioteca: Perto demais de Colleen Oakley

Jubilee Jenkins é bibliotecária e uma mulher muito invulgar: é alérgica a humanos. Qualquer toque pode efetivamente matá-la. E por isso se isolou de tudo e de todos durante nove anos, rodeando-se apenas de livros. Até ao dia em que uma notícia inesperada a leva a ter de enfrentar o mundo novamente. Está na hora de sair da zona de conforto! Armada com luvas de proteção e uma bicicleta, ela aventura-se finalmente porta afora, em direção ao seu futuro.

Uma das pessoas com quem Jubilee está destinada a cruzar-se é Eric Keegan. Divorciado, com uma filha que não lhe fala e um filho adotivo que acha que tem poderes sobrenaturais, ele é um homem com muita bagagem. Quando conhece Jubilee -, entre as estantes da biblioteca da sua nova cidade - ele encontra um pouco de luz na sua vida. Só não esperava que esta mulher tivesse tanto de bela como de excêntrico...

Fonte: contracapa do livro

Leia aqui as primeiras páginas do livro. Gostou? Requisite na rede de Bibliotecas do Concelho de Arganil

Leia, porque ler é um prazer!

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

21º aniversário da Biblioteca Municipal Miguel Torga - Arganil

No próximo dia 4 de Dezembro a Biblioteca Municipal comemora o seu 21º aniversário o que constitui sempre um dia de festa, com momentos especiais. Este ano a apresentação do livro “A Cripta” de Albano P. Santos será um desses momentos.
Neste livro, a partir da ficção de uma sociedade secreta centenária que se reúne numa vasta rede de galerias subterrâneas numa aldeia do concelho de Arganil, o autor explora o tema de cientistas com uma visão muito à frente do seu tempo que lutaram contra a estagnação e acomodação do pensamento e do conhecimento científico.

O autor, nasceu em Guiné-Bissau e viveu a infância e adolescência no concelho de Arganil. Fez o ensino secundário e universitário em Lisboa. É doutorado em Ciências do Desporto e investigador na área da aptidão física funcional e fisiologia humana. Ao longo da sua carreira já lecionou em várias universidades portuguesas, públicas e privadas, o que lhe despertou o interesse pela escrita. Tem vários artigos científicos publicados e lança agora a sua primeira obra de ficção. 

Na apresentação do livro estará a autora do prefácio Isabel Enes Ferreira

Recursos online: MILD

O MILD - Manual de Instruções para a Literacia Digital é um portal que visa desenvolver as competências dos jovens dos 15 aos 18 anos nos domínios da leitura, dos media e da cidadania digitais.

A conferência de apresentação do projecto, coordenado por Elsa Conde, realiza-se hoje na Fundação Calouste Gulbenkian e o portal já está disponível na Internet.

Visitem-no, explorem-no e usem-no, certamente sairão enriquecidos!

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Novidade na Biblioteca: Isto acaba aqui de Colleen Hoover

O que te resta quando o homem dos teus sonhos te magoa? Lily tem 25 anos. Acaba de se mudar para Boston, pronta para começar um nova vida e encontrar finalmente a felicidade. No terraço de um edifício, onde se refugia para pensar, conhece o homem dos seus sonhos: Ryle. Um neurocirurgião. Bonito. Inteligente. Perfeito. Todas as peças começam a encaixar-se.

Mas Ryle tem um segredo. Um passado que não conta a ninguém, nem mesmo a Lily. Existe dentro dele um turbilhão que faz Lily recordar-se do seu pai e das coisas que este fazia à sua mãe, mascaradas de amor, e sucedidas por pedidos de desculpa.

Será Lily capaz de perceber os sinais antes que seja demasiado tarde? Terá força para interromper o ciclo?


Requisite na Rede de Bibliotecas do Concelho de Arganil.

Leia, porque ler é um prazer!

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Daisy Chain: um filme sobre o Bullying, o poder da imaginação e da amizade


O filme Daisy Chain é baseado no livro “Dandelion” do escritor australiano Galvin Scott Davis. A história do livro surgiu porque Galvin reparou que o filho vinha da escola mais calado e desanimado do que era costume, tendo-se apercebido de que este estava a ser vítima de bullying.

Não encontrando nenhum livro que ajudasse o filho a ultrapassar este problema, resolveu criar uma história sobre uma menina chamada Bree Buttercup. "Buttercup Bree é uma menina como tantas outras cujo passatempo preferido é apanhar margaridas e fazer coroas de flores. Como não tem amigos, decide enfeitar o parque infantil com as coroas que constrói mas o seu gesto não é visto com bons olhos por um grupo de raparigas que decide vingar-se. Buttercup é humilhada pelas raparigas que decidem fotografar o momento e espalhar as fotografias por toda a parte. Após ser salva por Benjamim, Buttercup decide dar uma lição de vida às agressoras, mostrando-lhes a importância da amizade e o significado da palavra partilha.

Daisy Chain é uma história que para além de mostrar o poder da amizade, pretende abordar um assunto que continua a inquietar o mundo: o bullying."

Para saber mais consulte:

sábado, 18 de novembro de 2017

Novidade na Biblioteca: O ministério da felicidade suprema

Alfragide: Asa, 2017

Num cemitério da cidade, Anjum desenrola um tapete persa puído entre duas campas. Num passeio de betão surge um bebé, como que do nada, num leito de lixo. Num vale coberto de neve, um pai escreve à filha de cinco anos, falando-lhe do número de pessoas que estiveram presentes no seu funeral.

Num apartamento, sob o olhar atento de uma pequena coruja, uma mulher solitária alimenta uma osga até à morte. E, na Jannat Guest House, duas pessoas dormem abraçadas como se tivessem acabado de se conhecer. 

Uma viagem íntima pelo subcontinente indiano, desde os bairros superlotados da Velha Deli e os centros comerciais reluzentes da nova metrópole às montanhas e os vales de Caxemira, com um elenco glorioso de personagens inesquecíveis, apanhadas pela maré da História, todas elas em busca de um porto seguro. Contada num sussurro, num grito, com lágrimas e gargalhadas, é uma história de amor e ao mesmo tempo uma provocação. Os seus heróis, presentes e defuntos, humanos e animais, são almas que o mundo quebrou e que o amor curou. E, por este motivo, nunca se renderão. 

Vinte anos após o enorme sucesso de O Deus das Pequenas Coisas surge o tão aguardado segundo romance da inigualável Arundhati Roy.

Fonte: contracapa do livro


Helena Vasconcelos in Público

Leia aqui as primeiras páginas. Gostou? Requisite na Rede de Bibliotecas do Concelho de Arganil.

Leia, porque ler é um prazer!

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Novidade na Biblioteca: O meu nome era Eileen de Otessa Moshfegh

O Natal é uma época que tem muito pouco para oferecer a Eileen Dunlop, uma rapariga modesta e perturbada, presa a um emprego enfadonho como secretária num instituto de correção de menores e forçada a cuidar de um pai alcoólico. Eileen tempera os seus dias vazios com fantasias perversas e sonhos de fuga para uma cidade grande. Enquanto não o consegue, entretém-se a fazer pequenos furtos na loja de conveniência e a fantasiar com Randy, um guarda do reformatório com corpo de homem e cabeça de rapaz. Quando Rebecca Saint John, uma ruiva vistosa, alegre e inteligente, é contratada como a nova psicóloga do reformatório, Eileen é incapaz de resistir à sedução de uma amizade que promete transformar a sua vida. Mas, numa reviravolta digna de Hitchcock, o poder de Rebecca sobre Eileen converte a rapariga em cúmplice de um crime a que pode ser impossível escapar. Com a paisagem nevada da Nova Inglaterra como pano de fundo, a história de Eileen é arrepiante, hipnótica e divertida.
Com um primeiro romance cheio de força, que agarra e perturba o leitor até à última página, Ottessa Moshfegh faz uma entrada retumbante nas letras norte-americanas.

Fonte: contracapa do livro

Siga o link e leia as primeiras páginas do livro!

Gostou? Requisite na Rede de Bibliotecas do Concelho de Arganil.

Leia, porque ler é um prazer!